04/04/2011

Farol município que ilumina



Histórico

Segundo os primeiros moradores, no entroncamento das estradas (antigos caminhos), às margens do rio Farol, existia uma surrada placa indicativa dos principais rumos a serem tomados, tal qual um ‘farol’ a nortear os viajantes, daí o porque o nome de Farol dado ao município, que dista cerca de 30 km de Campo Mourão, com população estimada de 3 mil habitantes e economia calcada na agricultura. Santo Antonio é o padroeiro.

Igreja de Santo Antonio

O povoado que forma hoje o Município de Farol teve início no ano de 1942, com a chegada de algumas famílias vindas do sul do Brasil, inclusive do Paraná.
Extinto Cruzeirinho

Em 1948 foi elevado a patrimônio com o nome de Pinhalão D'Oeste.
Já denominado Farol foi Distrito Administrativo de Campo Mourão por 37 anos, e através da Lei Estadual nº 9.783, de 25 de Outubro de 1991, foi instituído o Município de Farol, consequentemente, desmembrado de Campo Mourão.

Brasão e Bandeira

A instalação oficial deu-se dia primeiro de janeiro de 1993, com a posse do primeiro prefeito municipal eleito, Gilmar Aparecido Cardoso, e atualmente é dirigido pela prefeita Dina Cardoso, esposa do prefeito pioneiro.

Vista panorâmica de Farol

A denominação Farol é atribuída à existência do cruzamento das estradas de Campo Mourão/Farol ( Pinhalão D'Oeste ); Campo Mourão/Boa esperança ( Barreirão ) e Arapuã ( Barreirinha )/Janiópolis (Pinhalzinho ).

Esq/dir: Getulio Ferrari. Antonio Teodoro de Oliveira, José Costa Maria, Armando Queiroz de Morais, Horácio Amaral, um bicão, Helio Rodrigues de Matos, Augusto de Oliveira Carneiro e Silvestre Terniovicz, lideranças na inaguração do Estádio Horácio Amaral


Hoje 'batizado' Silvestrrão em homenagem a Silvestre Terniovicz
que fundou e dirigiu a equipe do Farol FC,  até o seu falecimento.