18/03/2011

Como Surgiram o Páraná e Campo Mourão


BREVE HISTÓRIA DO PARANÁ E DE CAMPO MOURÃO

NO PROGRAMA ANÍSIO MORAIS, HOJE É NOSSO NONO DIA DE BATE-PAPO E JÁ AVANÇAMOS DESDE O DESCOBRIMENTO DA AMÉRICA ATÉ A DESTRUIÇÃO DAS REDUÇÕES E VILAS ESPANHOLAS, PELAS BANDEIRAS ILEGAIS.
NÃO PARECE NADA, MAS JÁ CONTAMOS, AQUI, 140 ANOS DA NOSSA HISTÓRIA EM NOVE SÁBADOS, RESUMIDOS EM 180 MINUTOS, OU SEJAM: 3 HORAS DE NARRATIVAS. ENTREMEAMOS MUITAS COISAS QUE FUGIRAM UM POUCO DA CRONOLOGIA HISTÓRICA, PORÉM, NÃO PERDEMOS O FIO DA MEADA.

1 - NO PRIMEIRO PROGRAMA (5/MAIO), EXPLICAMOS A ORIGEM E O PQ DO NOME DE CM (1769).

2 - NO SEGUNDO FALAMOS DA PASSAGEM DOS PRIMEIROS HOMENS (BRANCO E NEGRO) PELA REGIÃO DOS CAMPOS (1524) E A DESCOBERTA DO CAMINHO DO PEABIRU PELOS EUROPEUS.

3 - NO TERCEIRO, FALAMOS SOBRE O SEGUNDO HOMEM BRANCO E DOS PRIMEIROS CAVALOS (26), QUE PASSARAM POR AQUI (1542).

4 - NO QUARTO – FALAMOS DOS GUARANIS E O PORQUE DAS FUNDAÇÕES ESPANHOLAS E REDUÇÕES JESUÍTICAS (1554)

5 - NO QUINTO – O ASSUNTO FOI A VILLA RICCA DEL ESPIRICTU SANCTU (1570/1575) E, OUTRAS 13 REDUÇÕES DEL GUAYRÁ.

6 - NO SEXTO – ABORDAMOS COMO ERA A VIDA NA VILLA RICCA (FÊNIX) (1575/1632).

7 - NO SÉTIMO – FALAMOS DAS BANDEIRAS PAULISTAS E DAS DEVASTAÇÕES NA PROVÍNCIA DEL GUAYRÁ (1628/1629). E DA PRIMEIRA DAMA QUE PASSOU POR AQUI (VITÓRIA DE SÁ), ESPOSA DO GOV. DE ASSUNCION, LUIZ DE CÉSPEDES.

8 - NO OITAVO – REVELAMOS ALGUMAS DAS BARBARIDADES COMETIDAS, QUE A HISTÓRIA NÃO CONTA, ATÉ A DESTRUIÇÃO FINAL DA VILA RICA (1632), POR ANTONIO RAPOSO TAVARES E SEUS COMANDADOS.


DEPOIS DAS CORRERIAS DOS PORTUGUESES E DO ÊXODO ESPANHOL, EXISTE UM LAPSO DE TEMPO (137 ANOS), EM QUE NÃO SE FALA E NEM SE REGISTRA NENHUM ACONTECIMENTO – DIGNO DE NOTA - NA REGIÃO DE CAMPO MOURÃO.

NESTE MEIO TEMPO O BRASIL FOI DIVIDIDO EM PROVÍNCIAS E O PARANÁ E SANTA CATARINA PERTENCIAM A PROVÍNCIA DE PIRATININGA. O PARANÁ ERA A QUINTA COMARCA, COM SEDE EM PARANAGUÁ (VILA DE SANT’ANA) E DEPOIS EM CURITIBA (VILA DE NOSSA SENHORA DA LUZ DOS PINHAIS).

OS LIMITES TERRITORIAIS DO BRASIL E DO FUTURO ESTADO DO PARANÁ COMEÇARAM A SER OFICILIALIZADOS A PARTIR DE 1750 (TRATADO DE MADRID) E DE 1777 (TRATADO DE SANTO INÁCIO), QUE RECONHECERAM O DOMÍNIO PORTUGUÊS, ALARGADO PELAS AÇÕES DAS “ENTRADAS” E “BANDEIRAS”.

1660 – FOI FUNDADA A CAPITANIA DE PARANAGUÁ.

1710 – A CAPITANIA DE PARANAGUÁ FOI INCORPORADA ÀS CAPITANIAS DE SANTO AMARO E SÃO VICENTE, QUE JUNTAS FORMARAM A CAPITANIA DE SÃO PAULO (DEPOIS ESTADO DE SP) E, COMO ERA GRANDE E DIFÍCIL DE GOVERNAR, A PROVÍNCIA DE PIRATININGA FOI DIVIDIDA EM DUAS COMARCAS, COM SEDES EM SÃO VICENTE (SP) E EM PARANAGUÁ (PR), DEPOIS TRANSFERIDA PARA CURITIBA.

POUCA GENTE SABE, MAS A PROVÍNCIA DE SÃO PAULO ABRANGIA TAMBÉM O TERRITÓRIO DE SANTA CATARINA, ATÉ O RIO URUGUAI, DIVISA COM A PROVÍNCIA DE SÃO PEDRO, HOJE RIO GRANDE DO SUL.

1769 - CAMPOS DO MOURÃO - FOI A PARTIR DE CURITIBA E SÃO JOSÉ DOS PINHAIS, QUE AFONSO BOTELHO DE SAMPAIO E SOUZA, A MANDO DO GOVERNADOR DA PROVÍNCIA, DOM LUIZ ANTÔNIO DE SOUZA BOTELHO MOURÃO ENVIOU DUAS EXPEDIÇÕES MILITARES À REGIÃO DOS CAMPOS, PARA VERIFICAR SE OS ESPANHÓIS NÃO ESTAVAM INVADINDO, DE NOVO, O CENTRO-OESTE DO PARANÁ.

1769 - (DEZEMBRO) ESTEVE POR AQUI A PRIMEIRA, COMANDADA PELO CAP. ESTEVÃO RIBEIRO BAYÃO, QUE DEU O NOME À REGIÃO ENTRE OS RIOS IVAI E PIQUIRI, DE “CAMPOS DO MOURÃO”.

1770 - (JANEIRO) VEIO A SEGUNDA, SOB O COMANDO DO CAP. FRANCISCO LOPES DA SILVA QUE FEZ UM RECONHECIMENTO DO RIO IVAI E LOCALIZOU AS RUÍNAS DA VILA RICA DO ESPÍRITO SANTO.

1812 – FORAM CRIADAS AS PROVÍNCIAS DE CURITIBA E A DE PARANAGUÁ.

1853 - DIA 29 DE AGOSTO FOI ASSINADA A LEI (704), QUE DESMEMBROU A PROVÍNCIA DO PARANÁ, INSTALADA OFICIALMENTE NO DIA 19 DE DEZEMBRO DE 1853.

WILLE BATHKE JÚNIOR – 14/7/2001 –
PROGRAMA ANÍSIO DOS SANTOS MORAIS

RÁDIO COLMEIA - CAMPO MOURÃO - PR