15/05/2011

Paróquia e Diocese de CM - passo a passo



Campos do Mourão no mapa do Paraná em 1908

A Diocese de Campo Mourão foi criada pelo Papa João XXIII, através da bula "Cum Venerabilis", firmada em 20 de junho de 1959, quando foi desmembrada da extinta Prelazia de Foz do Iguaçu, e instalada em solo mourãense dia 23 de abril de 1960, ao mesmo tempo em que tomou posse o primeiro bispo, Dom Elizeu Simões Mendes, designado em 1959 e permaneceu em Campo Mourão até 1980.

Como começou


Campo Mourão - A belissima Catedral de São José

1909 - A primeira visita aos Campos do Mourão (a cavalo) é atribuida ao padre Francisco Vendder, da Congregação do Verbo Divino, coadjutor de Guarapuava,  que rezou a primeira missa, realizou batizados e casamentos coletivos, em 1909, no  sagrado Crruzeiro da Santa Cruz, plantado por pioneiros da Familia Pereira.

1926 - Com a criação da Paróquia de Sant’Ana de Pitanga, Campo do Mourão passou a pertencer a esta jurisdição eclesiástica, subordinada à Prelazia de Foz do Iguaçu criada pelo papa Pio XI em 10 de maio de 1926.

1933 - Campo do Mourão recebeu a primeira visita pastoral de Dom Antonio Mazzarotto, bispo de Ponta Grossa - PR.

1938 - a Capelinha de pau-a-pique da Santa Cruz começou receber visitas do padre Aloysio Jacob, a partir de 1938, quando designado Vigário da futura Paróquia de Campo do Mourão.

Padre Aloysio chega à Paróquia de Campo Mourão na épica viagem com Dom Koenner

1940 - Foi em outubro de 1940 que Dom Manoel Koenner, visitou a região de Campo do Mourão, pela primeira vez.

Campo Mourão - Pedra fundamental da matriz de São José ao lado da Raia dos Porungos

1942 - Dia 8 de dezembro foi criada a Paróquia São José na vila de Campo do Mourão, pela curia diocesana de Guarapuava - PR.


A primeira Igreja de São José no centro de Campo Mourão, toda de madeira, construída com ajuda do povo e dos madeireiros. Na porta Rogério Prado

1959 -  Neste ano a recém criada Diocése era responsável pelos rebanhos católicos de 40 municípios: Altônia, Alto Piquiri, Araruna, Barbosa Ferraz, Boa Esperança, Campina da Lagoa, Campo do Mourão, Cianorte, Cidade Gaúcha, Cruzeiro do Oeste, Engenheiro Beltrão, Fênix, Goioerê, Guaporema, Icaraíma, Indianópolis, Iporã, Iretama, Janiópolis, Japurá, Jussara, Mamborê, Maria Helena, Mariluz, Moreira Sales, Nova Cantu, Nova Olímpia, Peabiru, Pérola, Quinta do Sol, Roncador, Rondon, São Tomé, Tapejara, Tapira, Terra Boa Tuneiras do Oeste, Ubiratã, Umuarama e Xambrê.

Dom Elizeu primeiro bispo de Campo Mourão

1960 - A posse do primeiro bispo, Dom Elizeu Simões Mendes, nascido em Coração de Maria-BA, dia 18 de maio de 1915 - falecido em 2001, aconteceu dia 23 de abril de 1960. Nos dias 27 e 28 de julho registrou-se a primeira reunião dos padres paroquianos concentrada no então Instituto Santa Cruz (Colégio Vicentino Santa Cruz) da qual participaram: 21 sacerdotes, 12 religiosos (8 de congregações estrangeiras e 4 de congregaçoes brasileiras) além de 9 bispos diocesanos (4 brasileiros e 5 estrangeiros).

Colégio Vicentino Santa Cruz de Campo Mourão - antigo Instituto Santa Cruz

1961 - Entre os dias 10 a 12 de janeiro de 1961, na residência episcopal de Dom Elizeu, realizou-se o primeiro retiro espiritual do clero, conduzido pelo padre Joaquim Antonio Netto, pároco de São Paulo-SP.

1962 - Por iniciativa de Dom Elizeu e necessidade da organização da Diocése de Campo Mourão foi contruído o Instituto Social Lar Paraná (proximo a Igreja de Nossa Senhora do Caravággio, no Jardim Lar Paraná), obra iniciada no final de 1962.


Instituto Lar Paraná

1964 - A organização das atividades pastorais seguiu os ditames da carta papal do Concílio Vaticano II, com a participação de Dom Elizeu. As conferências católicas prosseguiram até 1967 em Campo Mourão, quando leigos e religiosos criaram o plano da “Pastoral de Evangelização” (Fé, Igreja e Sacramentos) a fim de organizar as catequeses, preparar o povo aos sacramentos, trabalhar em conjunto e promover as ações do 'apostolo leigo" nas celebrações das igrejas da Diocese de Campo Mourão.

Na frente - A Diocese de Campo Mourão marcou, na década de 60, uma importância respeitável na ação pastoral da Igreja no Paraná. O Primeiro Plano de Pastoral do Encontro Regional Sul II (1969-70) - “Etapa de reconhecimento” - favoreceu os contatos entre as dioceses a uma pastoral conjugada na organização das pastorais e da unidade litúrgica.

1963 - Dom Elizeu, autoridade civis e pastorais populares, inaugurou o Instituto Diocesano, no Lar Paraná, dia 29 de junho de 1963.

Dom Elizeu deu adeus a Campo Mourão

1969 - A ação pastoral iniciada por Dom Elizeu ganhou força em outubro de 1969 com a publicação da Carta Pastoral sobre os "Sacramentos da Iniciação", que traçou orientações práticas de renovação do batismo e reformulação de ensinamentos da moderna igreja católica. Neste ano, o programa voltou-se, especialmente, às comunidades rurais.



1980 - A renúncia de dom Elizeu em 1980 - que retornou à vida civil - não afetou a diocese de Campo Mourão e nem a ação conjunta com as igrejas, no Paraná e no Brasil.

José Richa, Nelson Teodoro de Oliveira, José Pochapski e Dom Virgilio - 2o bispo de Campo Mourão

1981 - Dom Elizeu Simões Mendes foi sucedido pelo bispo Dom Virgílio de Pauli (nasceu em 1923 e faleceu em 1999). Foi sagrado bispo dia 20 de maio de 1981, na Catedral de São Carlos-SP e tomou posse da Diocese de Campo Mourão dia 19 de julho do de 1981. Estabeleceu a meta de 'organizar a igreja na base”, que executou entre 1981 e 1982. As suas prioridades foram: a família, renovação das paróquias e despertar vocações entre a juventude.


Seminário São José -Ainda em 1981, Dom Vigílio realizou a Festa da Costela Minga (Costelão), inaugurou e fez funcionar o Seminário São José (fotos) dedicado à preparação de jovens sacerdotes e transferência de seminaristas de Campo Mouão à Londrina, a fim de aprofundarem seus estudos em Teologia. Neste  trabalho pastoral, Dom Virgílio conseguiu a ordenação de 23 padres diocesanos e 5 diáconos permanetes, no espaço de seis anos - entre 1983 e 1999.

1999 - Antes do lamentado falecimento de Dom Virgílio de Pauli, já estava na diocese, desde 30 de agosto de 1998, o bispo coadjuor Dom Mauro Aparecido dos Santos, que assumiu Campo Mourão, na qualidade de bispo titular, em 20 de fevereiro de 1999. Dom Mauro deixou a diocese de Campo Mourão e assumiu o Arcebispado de Cascavel.


Jubileu - A diocese de Campo Mourão então, vivia em clima de felicidade pelo envio de missionários às pastorais populares, por ocasião dos 40 e 50 anos da fundação do bispado mourãoense. O Jubileu foi intensamente comemorado em 2000.


Dom Mauro - 3o Bispo de Campo Mourão - e o Papa Bento XVI

Dom Mauro - A atuação de Dom Mauro Aparecido dos Santos durante os anos de 1999 a 25 de janeiro de 2008 resultou na celebração do Ano Jubilar de 2000. Priorizou a participação de leigos na igreja, a organização pastoral, centralização administrativa da diocese, incentivou grupos de reflexão, organizou pastorais, investiu na formação de novos padres, estabeleceu diretrizes exatas dos sacramentos e criou conselhos paroquiais e diocesanos. Eleito Arcebispo de Cascavel, Dom Mauro deixou Campo Mourão dia 24 de janeiro de 2008.

Dom Javier - 4o Bispo de Campo Mourão

Dom Javier - Assumiu, dia 24 de dezembro de 2008. O quarto bispo de Campo Mourão, Monsenhor Francisco Javier Delvalle Paredes foi nomeado pelo Papa Bento XVI. Antes, o novo bispo, já exercicia o cargo de Administrador Diocesano desde 31 de janeiro de 2008. Ordenado em 27 de fevereiro de 2009, Dom Javier assumiu a Diocese de Campo Mourão. Tem como lema em seu brasão: “Ego Elegi vos”.



Limites Atuais da Diocese de Campo Mourão

A Nordeste - Arquidiocese de Maringá; Leste – Diocese de Apucarana;
Sudeste – Diocese de Guarapuava; Sudoeste – Arquidiocese de Cascavel; Oeste – Diocese de Toledo; Ao Norte – Diocese de Umuarama.




Base - Atualmente a Diocese de Campo Mourão abrange um território de 26 municípios: Araruna, Barbosa Ferraz, Boa Esperança, Campina da Lagoa, Campo Mourão, Corumbataí do Sul, Engenheiro Beltrão, Farol, Fênix, Goioerê, Iretama, Janiópolis, Juranda, Jussara, Luiziana, Mamborê, Mariluz, Moreira Sales, Nova Cantu, Peabiru, Quarto Centenário, Quinta do Sol, Rancho Alegre d’Oeste, Roncador, Terra Boa e Ubiratã.

São José - Padroeiro de Campo Mourão - Festejado dia 19 de Março - Imagem doada por Manoel Mendes de Camargo ao pioneiro Miguel Luiz Pereira em 1908